Meditação: uma alternativa para alcançar o equilíbrio


Postado:


Você já teve a sensação de que seus pensamentos estão desorganizados, ou sentiu como se a cabeça estivesse processando várias informações ao mesmo tempo? A permanência deste estado mental pode resultar em dificuldades de concentração nas atividades e nos afazeres diários.
 
Nessas horas, conhecer as técnicas de meditação pode ser um auxílio. Ao meditar, o indivíduo aprende a controlar os seus pensamentos e, dessa forma, torna-se tolerante ao estresse. Desde ansiosos a deprimidos, a atividade é indicada para os que estão em busca de conhecimento próprio. E, ao contrário do que o senso comum pensa, a meditação deve ser realizada durante o dia, principalmente em situações de exaustão – seja na fila do banco, ou no trânsito parado. 
 
No Brasil, os indícios apontam para aumento na valorização da prática. O país lidera, desde 2018, a oferta de modalidades integrativas na saúde pública, com 5 milhões de usuários em  3.173 municípios. A partir de 2006, a modalidade passa a ser opção nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e tem o potencial de crescer, tendo em vista a inserção de novas terapias alternativas no SUS e a consequente valorização dos tratamentos complementares. 
 
Valorização da efetividade da meditação 
 
Não faltam estudos para comprovar a eficácia do ato de meditar. Em estudo publicado em 2017, pela Marketdata Enterprise, estima-se que o mercado americano de meditação crescerá, até o ano de 2022, 1,2 bilhões de dólares. A tendência de comprovação da prática não acontece apenas por moda, mas porque ela realmente funciona. 
 
Os pesquisadores e profissionais brasileiros atuantes na área tem papel importante na comprovação da sua eficácia para a saúde e bem-estar. A Doutora e pesquisadora, Elisa Kozasa, uma das pioneiras da meditação no Brasil, em estudo publicado no ano de 2017 na revista norte-americana Neuroimage, apresentou comparações entre os cérebros de pessoas que meditam regularmente e daquelas que não meditam. O resultado mostrou que é necessário, para os não-praticantes, utilizar mais regiões do cérebro quando é preciso realizar uma atividade que exige atenção. 
 
Tipos de meditação 
 
Levando em consideração que a meditação é capaz de unir conhecimentos tradicionais e científicos, é de se esperar a existência de várias maneiras de realizá-la, cada uma com métodos diferentes.  
 
Dentre algumas das mais conhecidas:
 
Atenção plena ou mindfulness
Transcendental 
Yoga
Vipassana 
Sudarshan Kriya
-------------------------------
 
E isso é só o começo do que a de meditação pode ensinar ou proporcionar – tanto aos praticantes quanto aos profissionais da área.
 
Caso tenha interesse nesse tema, conheça o curso de pós-graduação a distância em Docência e Prática de Meditação da Estácio.
As inscrições para as turmas do mês de março estão abertas, não deixe de garantir a sua vaga enquanto há tempo. 
 
Fontes utilizadas como referência no texto
 
Boa Forma 
Correio do Povo
Tudo e Todas
Agência Brasil 
Exame
Eu Sem Fronteiras 

 

0800 378 2246

Outros Links



Copyright © Pós Graduação Estácio 2019