Pressão arterial e consumo elevado de sal: um perigo relacionado


Postado em 06/03/2018



Uma nova pesquisa britânica foi assertiva: pressão arterial elevada associada ao consumo exagerado de sal afeta mais de um em cada quatro adultos no Reino Unido. E comprova: o quadro não muda com uma alimentação saudável.
 
A ideia de que comer de forma saudável não ameniza os dados causados por uma dieta com alto teor de sal assustou a população. Ingerir mais do que 8,5 g de sal por dia — o que com que a pressão arterial aumente, colocando as pessoas em risco de morte por AVC ou outras doenças —  faz com que o coração trabalhe muito mais para bombear o sangue que leva para todo o corpo.
 
 “Atualmente, temos uma epidemia global de alta ingestão de sal e pressão arterial elevada. Esta pesquisa mostra que não há truques quando se trata de reduzir a pressão arterial”, ressaltou o médico britânico Queenie Chan, do Imperial College, de Londres, e um dos principais líderes do estudo.  
 
De acordo com as descobertas e pesquisas realizadas, o Dr. Chan disse: “Como uma grande quantidade de sal em nossa dieta provém de alimentos processados, pedimos aos fabricantes de alimentos que tomem medidas para reduzir o sal em seus produtos”.
 
A recomendação é que adultos ingiram até seis gramas de sal por dia.
 
Os pesquisadores, que também incluíram cientistas da Universidade Northwestern, analisaram os dados do estudo conhecido pelo nome de INTERMAP, que investigou as dietas de 4.680 pessoas entre 40 e 59 anos dos EUA, Reino Unido, Japão e China. 
 
*Com informações de Exame. 
 

0800 378 2246



Copyright © Pós Graduação Estácio 2018