A atuação da fisioterapia uroginecológica no tratamento de disfunções sexuais femininas


Postado:


Tratar as disfunções sexuais femininas é uma das tarefas da fisioterapia numa equipe multidisciplinar, com técnicas e tratamentos para restabelecer a saúde sexual das mulheres. Quer descobrir mais sobre a atuação do fisioterapeuta no tratamento dessas disfunções? Então, continue esta leitura conosco!

Disfunções sexuais femininas mais comuns

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a sexualidade é um dos aspectos que podem indicar a qualidade de vida, sendo a felicidade sexual indispensável para a saúde de homens e mulheres. 
 
As disfunções sexuais nas mulheres são síndromes associadas a perturbações fisiológicas e a fatores físicos, e constam no Código Internacional das Doenças (CID).
 
Nas mulheres, algumas das disfunções mais comuns são dispareunia, dor durante as relações sexuais e vaginismo, contração involuntária dos músculos vaginais.
 
“A relação sexual não deve causar dor e desconforto para as mulheres nunca. Existem algumas doenças, por exemplo, o vaginismo, que é uma hiper-responsividade da musculatura da vagina que causa dor e que não é normal. Outros problemas importantes que também podem atrapalhar as relações sexuais prazerosas são as disfunções de bexiga e os prolapsos, que também podem acontecer em decorrência de parto, traumas de medula ou, ainda, pelo envelhecimento e desuso da musculatura”, comenta a professora Diana Pacheco, coordenadora do curso de pós-graduação em Fisioterapia em Uroginecologia.
 
Essas disfunções podem ser causadas por fatores orgânicos ou psicológicos. Segundo a professora Diana, a causa pode ser “desde uma questão psicológica, oncológica, hormonal ou até mesmo pela chegada do climatério [período de transição da fase reprodutiva para a fase pós-menopausa]”.
 
https://conteudo.posestacio.com.br/maratona-posestacio-fisioterapia
 

Tratamento das disfunções sexuais em mulheres

“É importante saber que não é normal uma mulher não ter prazer durante a relação sexual. O prazer sempre deve ocorrer”, afirma a professora Diana Pacheco. 
 
Por isso, em casos de dores ou desconfortos nas relações sexuais, a mulher sempre deve procurar um médico ginecologista para que este possa acompanhar o problema e indicar os tratamentos adequados
 
O tratamento de disfunções sexuais femininas deve ser feito por equipes multidisciplinares, compostas por agentes da saúde especializados, como é o caso do enfermeiro obstetra e do fisioterapeuta uroginecológico
 
“Todas as disfunções sexuais têm como ser tratadas por meio de reabilitação urogenital, em que são utilizados equipamentos específicos para o tratamento, que melhoram a relação da mulher com a sua sexualidade. A fisioterapia pélvica ajuda no tratamento dessas disfunções, para reabilitar a integralidade da saúde feminina”, complementa a professora Diana. 
 
Esse profissional de Uroginecologia é especializado em tratar e reabilitar problemas relacionados à urologia e à ginecologia, com o objetivo de promover a qualidade de vida. Durante o curso de pós-graduação, ele é preparado para avaliar, prevenir e tratar as disfunções uroginecológicas em homens e mulheres. 
 
Você também pode gostar de:
+ O que é atendimento humanizado na saúde e qual a sua importância?
+ O que a falta de estrogênio causa no corpo das mulheres?
 
---
Sobre a professora Diana Pacheco
Diana Pacheco é fisioterapeuta. Atua na área de fisioterapia hospitalar, cuidado paliativo, oncológico e também coordena o curso de pós-graduação em Uroginecologia, na área de Fisioterapia.
 

0800 378 2246

Outros Links



Copyright © Pós Graduação Estácio 2020