A Febre Reumática


Postado:


A febre reumática é uma doença imunológica grave que afeta diferentes áreas do corpo, incluindo as articulações, coração, pele, sistema nervoso e cérebro. Ela pode se desenvolver após uma infecção grave, especialmente na garganta. Embora a febre reumática seja mais freqüente em crianças com menos de 15 anos de idade, ela pode ocorrer em qualquer idade.
A febre reumática era muito mais comum antes do uso de antibióticos, porém ainda ocorre com freqüência em países do Terceiro Mundo e áreas pobres e de difícil acesso a cuidados médicos. Nos EUA e na maior parte da Europa, está se tornando uma doença rara. A febre reumática desenvolve em cerca de 3% das pessoas vítimas de infecções na garganta.

Alguns dos sinais mais comuns de febre reumática incluem uma combinação de inflamação das articulações, febre, fadiga e falta de ar ou dor no peito, especialmente se esses sintomas vêm após uma condição de infecções na garganta. Uma erupção rosada que se desenvolve em braços e pernas, sem qualquer razão aparente também pode ser um sinal de febre reumática. Algumas pessoas também podem desenvolver nódulos duros sob a pele.

Embora não haja cura para a febre reumática, a doença pode ser eficazmente tratada com uma abordagem dupla, que inclui antibióticos, como penicilina, para curar quaisquer remanescentes da infecção por estreptococos, anti-inflamatórios para reduzir a inflamação e aliviar a sintomas incômodos e repouso.

Se não tratada, a febre reumática pode resultar em complicações graves, incluindo cicatrizes de válvulas do coração e até mesmo insuficiência cardíaca congestiva. A febre reumática também tem sido conhecida por afetar o cérebro e causa perda de coordenação.Considerando que não existem tratamentos definitivos para a febre reumática, a prevenção é essencial, por isso tratar infecções de garganta com antibióticos é a maneira mais fácil de evitar complicações posteriores.

Conheça os cursos de Pós Graduação em Enfermagem

0800 378 2246

Outros Links



Copyright © Pós Graduação Estácio 2019