Entenda as mudanças internas e externas no corpo da mulher durante a gestação


Postado:


Entenda as mudanças internas e externas no corpo da mulher durante a gestação

O período gestacional é uma fase de mudanças na vida da mulher. Essas mudanças, tanto internas como externas, promovem alterações no dia-a-dia das gestantes gradativamente ao longo dos nove meses de desenvolvimento do bebê. Além de aumento do útero e dos seios e do recorrente inchaço, que são facilmente perceptíveis, existe uma série de transformações “invisíveis” que são essenciais durante esse período.

Entre as mudanças internas do organismo, destacam-se as alterações hormonais, metabólicas e psicológicas, bastante conhecidas como oscilações de humor. As alterações hormonais e metabólicas, geralmente, variam de acordo com a época da gravidez. Por isso alguns sintomas, como surgimento de náuseas e cansaço, podem não necessariamente afetar todas as mulheres.

 

Alterações hormonais

Uma semana após a fecundação, o organismo começa a produzir o beta hCG, que representa a fração beta do hormônio gonadotrofina coriônica humana, e a progesterona. Eles são responsáveis por manter a gravidez viável até a formação da placenta. Em grande parte das gestações, a produção de progesterona faz com que o corpo tenha reações como enjoos matinais e excesso de sono, sintomas bastante comuns durante toda a gravidez.

O estrogênio é outro hormônio bastante importante para gestação. Seu papel é vascularizar o organismo da gestante, favorecendo a dilatação dos vasos sanguíneos e levando maior quantidade de sangue para a circulação do bebê. Por outro lado, esse processo pode favorecer queda de pressão e aceleração dos batimentos cardíacos. Em alguns casos, esse hormônio pode provocar surtos de rinite e ondas de calor na gestante. Por fim, o hormônio prolactina, associado com o lactogênio placentário, é responsável por preparar as glândulas mamárias para a produção de leite materno e a fase de aleitamento.

 

Alterações psicológicas

É bastante comum que a gestante apresente oscilações de humor no início da gestação devido a ação hormonal, irritabilidade e dores nas costas devido à adaptação do eixo de equilíbrio em resposta ao aumento do volume do útero. Nos últimos meses de gestação, as oscilações de humor são relacionadas a autoestima, ganho de peso, surgimento de estrias e dificuldade em executar atividades de rotina devido a mudanças físicas no corpo, como aumento do útero, alterações na coluna, dificuldade para urinar e respirar.

 

Alterações metabólicas

A principal alteração metabólica no organismo da gestante está relacionada ao aumento na produção de hormônios placentários que atuam contra a ação da insulina. Dessa forma, toda gestante sofre o risco de desenvolver diabetes durante a gestação. A insulina não atua adequadamente, e os níveis de açúcar no sangue aumentam. Além disso, algumas mulheres podem ter alterações nos níveis de triglicérides e colesterol, além de influênciasna pressão arterial, que pode sofrer alterações. A principal prevenção para alterações metabólicas e suas complicações é manter a dieta balanceada, seguir as recomendações do médico obstetra e realizar acompanhamento pré-natal.

Um curso de pós-graduação é essencial para profissionais de saúde que queiram atuar com foco na saúde da mulher. Conheça a especialização em Nutrição na Saúde da Mulher: Aspectos Clínicos, Estéticos e de Performance Esportiva, oferecida pela Pós Estácio!

 

Leia também:

O Enfermeiro Obstetra

0800 378 2246

Outros Links



Copyright © Pós Graduação Estácio 2019