Importância da Fisioterapia Cardiopulmonar no tratamento de pacientes com Covid-19


Postado:


A Covid-19 é uma doença causada pelo vírus SARS-CoV-2, que apresenta manifestação clínica que varia de infecções assintomáticas a quadros respiratórios graves, podendo evoluir à necessidade de suporte ventilatório.” comenta o professor Esp. Bruno Rabite, docente do curso de Fisioterapia Cardiopulmonar da Pós Estácio.
 
Diante da pandemia do novo coronavírus, a área da Fisioterapia, principalmente quando especializada em urgência e emergência e, também, cardiopulmonar, está sendo fundamental para o tratamento da Covid-19.
 
Parte significante dos pacientes infectados desenvolve apenas sintomas leves ou apresenta-se assintomática, porém, existem aqueles que evoluem o quadro para o estágio severo da doença, podendo precisar de ventilação mecânica. 
 
Nesse cenário, o enfoque da fisioterapia é atenuar os sintomas e auxiliar na recuperação dos pacientes
 

Papel do fisioterapeuta no tratamento da Covid-19

Segundo cartilha da ASSOBRAFIR, a atuação do fisioterapeuta no tratamento da doença causada pelo novo coronavírus pode englobar:
 
• participação numa equipe multidisciplinar; 
• análise e diagnóstico de cada caso particular;
• assistência ao paciente com quadro grave;
• recomendação de ventilação não invasiva (VNI);
• definição de estratégia ventilatória, nos casos de ventilação mecânica.
 
Segundo o Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (COFFITO), o profissional de fisioterapia é parte integrante da equipe que está focada na manutenção da função pulmonar dos pacientes, cabendo aos fisioterapeutas analisar a necessidade de suplementação de oxigênio e providenciá-la, quando for o caso.
 
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), na sua Nota Técnica nº 4/2020, contraindica o uso de VNI e de CNAF (cateter nasal de alto fluxo), por conta da alta dispersão do vírus. Contudo, deve-se observar e analisar cada caso, de modo a avaliar riscos e benefícios que esses recursos podem trazer ao paciente, sempre com a devida proteção. 
 
No caso do paciente desenvolver um quadro de síndrome respiratória aguda grave e, por isso, precisar de ventilação mecânica, ainda segundo orientações do COFFITO, o fisioterapeuta é um dos responsáveis pela estratégia respiratória.
 
A presença do Fisioterapeuta nos centros de enfrentamento à Covid-19 é fundamental, visto que vivemos um momento delicado na história da saúde mundial. A Fisioterapia permanece desempenhando papel de suma importância, atuando na linha de frente do atendimento e do tratamento, ofertando assistência especializada, seja na titulação de oxigenoterapia, nas técnicas para otimização da condição pulmonar ou no manejo dos aparelhos de ventilação mecânica.afirma o professor Esp. Bruno Rabite.
 

Cuidados após a recuperação do paciente

Muitos pacientes que haviam evoluído para um estágio severo da doença, mesmo após a reversão do quadro, necessitarão de acompanhamento e cuidados de um fisioterapeuta, inclusive após a alta do hospital, com o foco em melhorar a capacidade pulmonar. 
 
Hoje, mais do que nunca, a sociedade reconhece a importância da atuação dos profissionais em fisioterapia para integrar as equipes de resposta rápida, principalmente em cenários epidêmicos.
 
Para finalizar, o professor Bruno Rabite nos diz que “apesar de não sabermos ainda como será o cenário futuro, nós, fisioterapeutas, continuaremos trabalhando intensamente para que os pacientes tenham os melhores desfechos de saúde, endossando sempre que a permanência e a disponibilidade de profissionais da área nos centros de tratamento contribuem de maneira positiva nas condições de saúde dos pacientes.”
 
 
Dessa forma, a pós em Fisioterapia é uma forma para que os profissionais da área se mantenham atualizados e renovem seus conhecimentos práticos e teóricos, acompanhando as mudanças e as novidades. 
 
Além disso, especialização a distância nos diversos ramos da Fisioterapia é um modelo que permite aos profissionais organizar sua rotina de estudos da forma que melhor se encaixe em seu dia a dia. 
 
 

0800 378 2246

Outros Links



Copyright © Pós Graduação Estácio 2020