O mercado de trabalho para o jornalista especializado em esportes


Postado:


O ofício jornalístico, sobretudo no meio esportivo, sempre foi uma das áreas mais privilegiadas da imprensa, uma vez que abrange transmissões de diversas modalidades de jogos, desempenho e carreira de atletas, técnicos e demais personalidades esportivas para a construção de suas narrativas. Acredita-se que este nicho exista desde o final do século XIX, tendo hoje um pouco mais de cem anos.

O esporte ganhou espaço nas mídias a partir do momento em que a elite, jornalistas e escritores respeitados começaram a se interessar por modalidades esportivas, em especial o futebol. No Brasil, em 1950, aconteceu um grande marco na televisão quando pela primeira vez uma reportagem esportiva foi filmada durante o jogo de futebol entre a Portuguesa de Desportos e o São Paulo.

Hoje, o jornalista esportivo está à frente e atrás das câmeras, atuando em grandes coberturas de competições, campeonatos, entre outros eventos esportivos de relevância e trabalhando para que esse conteúdo chegue até o fã por meio da TV, do rádio, do jornal impresso ou da internet. Está também nos bastidores, apurando os sentimentos e as expectativas de atletas, e em coletivas de técnicos e clubes. O jornalista esportivo também atua como comentarista e narrador, mas se engana quem acredita que o trabalho se limita ao comentário: existe todo um estudo estratégico e analítico a respeito de táticas. Acima de tudo, é uma área jornalística que exige dedicação e paixão.

Com a popularização dos esportes, as competições mundiais e a ajuda de novas mídias digitais, jovens jornalistas que desejam atuar no meio esportivo tendem a ser sonhadores e persistentes na busca de oportunidades para trabalhar com o que se ama. Muitas vezes, para dar início em portfólios e tentar se destacar na área, realizam trabalhos freelancers em blogs e comentários em redes sociais, a fim de ter um primeiro contato com a profissão. Em contrapartida, cargos em portais e agências especializadas em jornalismo esportivo tendem a ser bastante concorridos, fazendo-se necessária uma especialização acadêmica na área jornalística esportiva.

Você é profissional de jornalismo e deseja se destacar profissionalmente e atuar na área esportiva? Conheça o curso de Pós-graduação de MBA em Jornalismo Esportivo da Pós Estácio!

 

Leia também:

Jornalismo empresarial abre novos horizontes para comunicadores

A revolução da comunicação e do jornalismo digital

0800 378 2246

Outros Links



Copyright © Pós Graduação Estácio 2019