Pós Ao Vivo /Online

Enfermagem em Centro Cirúrgico e Central de Material e Esterilização


Carga Horária: 430h (360h teóricas + 70h de visita técnica)

Metodologia: Ao Vivo-Sábado e Domingo das 08:00 às 18:00

Público-Alvo: graduados em Enfermagem

Disciplinas/Conteúdo
•Gerência de Enfermagem no Bloco Cirúrgico Objetivando Cirurgia Segura
O serviço da enfermagem na gestão de qualidade. Indicadores de qualidade de um serviço de enfermagem no CC, RPA e CME. Padronização de tarefas com base em POPs.
Aquisição de insumos no bloco cirúrgico – Instrumentais consignados. Avaliação qualitativa, quantitativa, padronização de materiais e custo.
Aspectos éticos e legais relacionadas às ações no CC/RPA e CME.Eventos adversos no bloco cirúrgico.
Gestão participativa. Relações interpessoais no trabalho em equipe. Trabalhando conflitos.
Arquitetura de um CC,RPA e CME
A Engenharia hospitalar na minimização dos riscos em Centro Cirúrgicos
Trabalho de Enfermagem em Central de Material e Esterilização
Fluxo de recebimento e entrega de materiais. Classificação dos artigos segundo o potencial de contaminação. Estratégias, insumos e equipamentos para a limpeza de artigos. Reuso de artigos de uso único. Legislação nacional e internacional. 
Reprocessamento de artigos de uso hospitalar: métodos de esterilização e tipos de embalagens.
Reprocessamento de artigos de uso hospitalar: métodos de desinfecção química e física.
Estocagem/ distribuição de artigos cirúrgicos.
Equipamentos – critérios para aquisição.Terceirização do processo de esterilização.
Sistematização do Cuidado de Enfermagem em Centro Cirúrgico
Cirurgia Segura – Protocolos da OMS
Segurança do paciente – CheckList
Sistematização da assistência de enfermagem nas cirurgias videoassistidas, minimamente invasivas, via orifícios naturais e orifício único, cirurgia robótica: conceito, equipamentos, técnicas utilizadas.
Processo de Enfermagem no período perioperatório. Avaliação pré-operatória do paciente.Recepção do paciente no Centro Cirúrgico.Preparo da sala cirúrgica. Procedimentos de paramentação para a cirurgia. Instrumentação cirúrgica. Montagem da mesa cirúrgica. Tipos de suturas.
Equipamentos cirúrgicos: Recomendação para o uso das placas de dispersão e prevenção de eletroqueimaduras.
Avaliação do risco anestésico. Anestesia: história, tipos de anestesia, segurança em anestesia. Avaliação das vias aéreas. Principais complicações: hipertermia maligna, hipotermia e alergia ao látex. 
Posicionamento do paciente Cuidados e manuseio de amostras e peças anatômicas, estimativa da perda sanguínea, registros de ocorrências, sinais de emergência cirúrgica. PCR.
Prevenção e controle de infecções associadas à saúde no bloco cirúrgico. Fatores relacionados à infecção do paciente cirúrgico. Biossegurança.
Procedimentos adequados para lidar com a exposição percutânea de risco (acidentes pérfuro-cortantes)
Prevenção e controle de infecções associadas à saúde no bloco cirúrgico. Preparo da pele, tricotomia dos pacientes, uso de antissépticos e profilaxia antimicrobiana. Tipos de cicatrização.
Sistematização do Cuidado de Enfermagem em Cuidados Trans-operatórios
Morte Encefálica – Identificação e Manutenção do potencial doador.Sistema Nacional de Transplante – Legislação. Aspectos bioéticos da morte nos cenários cirúrgicos.
Sistematização da assistência de enfermagem no período transoperatório nas cirurgias de alta complexidade: transplantes de órgãos - captação do órgão, transporte e implante. 
Gerenciamento e Intervenções Gerais e Específicas
Sistematização da assistência de enfermagem no período transoperatório nas cirurgias de pequena e média complexidade
Sistematização da assistência de enfermagem nas cirurgias de trauma - Atendimento integrado.
Sistematização da assistência de enfermagem no período transoperatório nas cirurgias de alta complexidade: cirurgias cardíacas
Circulação extra corpórea.
Sistematização da assistência de enfermagem no período transoperatório nas cirurgias de alta complexidade: neurocirurgias 
Sistematização do Cuidado de Enfermagem em Recuperação Pós-Anestésica
Sistematização da assistência de enfermagem nas complicações dos procedimentos cirúrgicos em RPA:Cirurgias de cabeça e pescoço (tireoidectomia/buco maxilo)Cirurgias Abdominais/ortopédicas/torácicas/Neuro
Sistematização da assistência de enfermagem nas complicações respiratórias (laringo e bronco espasmo) e o suporte ventilatório (invasivo e não invasivo) no período pós-anestésico. Extubação. 
Sistematização da assistência de enfermagem nas principais complicações pós-operatórias:Hemodinâmicas (choques/arritmias/distúrbios pressóricos)
Recepção e avaliação do paciente na sala de recuperação anestésica. Exame físico. Monitorização hemodinâmica não invasiva e invasiva.
Cuidados com cateter peridural.
O despertar da consciência: escalas de avaliação do nível de consciência, escalas de sedação, escalas de dor. Dor e analgesia pós operatória. Dor aguda. Critérios de alta em RPA e escalas de avaliação.
Visita Técnica
Metodologia da Pesquisa (total ou parcialmente a distância)

17/04/2021 - (data prevista para início do curso)
Metodologia: Ao Vivo - Sábado e Domingo das 08:00 às 18:00 uma vez ao mês. TURMA CONFIRMADA!!! Últimas vagas. Inscreva-se até 19/06/2021
Ver investimento


Copyright © Pós Graduação Estácio 2021