Quais são os riscos de baixa pressão arterial?


Postado:


Para uma parte das pessoas, ter pressão arterial baixa, ou hipotensão, é considerado um sinal de boa saúde, isso porque a pressão arterial mais elevada coloca mais pressão no coração e no sistema circulatório. Por essa razão, os indivíduos que têm pressão arterial baixa geralmente têm menor risco de doença renal, acidente vascular cerebral e doença cardíaca. Em alguns casos, no entanto, a pressão arterial baixa pode não ser saudável, e como acontece com a pressão arterial elevada, traz alguns riscos.

Riscos da pressão arterial baixa

Com a pressão arterial muito baixa, o cérebro, o coração e outros órgãos vitais podem não receber sangue suficiente. Em última análise, isso pode fazer com que esses órgãos não funcionem corretamente e até mesmo sejam permanentemente danificados. 
 
A falta de oxigênio também pode causar desmaios, especialmente ao se levantar ou se sentar muito rapidamente após deitar, o que geralmente é referido como hipotensão ortostática.
 
A hipotensão também pode ser sintoma de uma variedade de condições, algumas delas fatais. Estas incluem:
• desidratação; 
• diabetes avançada; 
• insuficiência cardíaca; 
• ataque cardíaco; e 
• choque anafilático. 
 
Vale lembrar: a pressão arterial baixa não causa essas condições, porém, às vezes, pode ser o primeiro sinal delas.
enfermagem pressão baixa

Quem pode ter pressão arterial baixa?

Para uma pessoa ser diagnosticada com pressão arterial baixa, sua pressão arterial deve ser inferior a 9/6. A pressão arterial é considerada normal quando está entre 9/6 e 12/8.
 
Independentemente da leitura da pressão arterial, os profissionais da área da saúde não costumam diagnosticar uma pessoa com pressão arterial baixa, a menos que esteja mostrando outros sinais ou problemas associados com a condição. Alguns desses sinais incluem tonturas, vertigens e desmaios sem motivo aparente. Quando a pressão arterial é baixa o suficiente para causar problemas de saúde, isso geralmente é causado por outros problemas de saúde. Dessa forma, o primeiro plano de tratamento é tratar a causa subjacente. Se não existe uma causa subjacente, certos medicamentos podem ser prescritos para regular a pressão arterial.
 

Sintomas da pressão baixa

Em decorrência da hipotensão, alguns destes sintomas podem aparecer, variando de intensidade caso a caso:
 
• Fraqueza e perda de força
• Diminuição da energia
• Tontura
• Visão turva (“embaçada”)
• Suor frio
• Taquicardia
• Sensação de desmaio ou desmaio
 
Leia também:
+ O que é atendimento humanizado na saúde e qual a sua importância?
+ A rotina e os desafios do profissional de enfermagem em UTI
+ O que é infecção hospitalar e como evitá-la?
 

Quais são os primeiros socorros em casos de hipotensão?

Com o agravamento dos sintomas descritos anteriormente, pode ser que alguns cuidados de primeiros socorros sejam necessários.
 
Então, para os profissionais da área de enfermagem que se deparam com um quadro agravado desses sintomas, causado por pressão arterial baixa, em que o paciente está beirando um desmaio, o correto é:
 
• Deitar a pessoa com a barriga para cima e manter suas pernas elevadas, acima do peito. Essa postura ajuda a manter a irrigação sanguínea, facilitando a chegada do sangue até o cérebro. Por isso, é indicada para pessoas inconscientes ou quase desmaiando.
• Fazê-la ingerir bastante líquido, para aumentar o fluxo sanguíneo.
• Manter o ambiente e a vítima calmos e equilibrados, até que a situação se reverta.
 
De todo modo, se os sintomas persistirem, a pessoa deve ser levada, sem demora, até uma unidade de pronto socorro, para atendimento médico especializado.
 

Compartilhe essa notícia

 

Outros Links



Copyright © Pós Graduação Estácio 2021