Quer ser dublador? Saiba mais sobre a carreira em dublagem audiovisual


Postado:


Pouco sabemos da carreira de dublagem no Brasil, que pode ser uma profissão muito promissora. Quer conhecer melhor sobre essa área e suas possibilidades? Então, não deixe de conferir esta matéria.
 
Muito do que consumimos em termos de cultura está atrelado ao conteúdo audiovisual. Imagine só: o que seria de nós sem as séries e os filmes nesse período de quarentena? Para que possamos desfrutar de uma boa produção cinematográfica estrangeira, por exemplo, uma equipe de tradutores e dubladores com certeza esteve envolvida. 
 
Hoje, dia 29 de junho, foi instituído como o Dia do Dublador, como forma de homenagear esses profissionais que emprestam suas vozes a personagens e que se tornam tão queridos e necessários na cena cultural. 
 

Ser dublador no Brasil

Antes de mais nada, a dublagem é um formato que possibilita substituir as falas e/ou as músicas de personagens para outros idiomas. O profissional responsável por esse processo é o dublador/ator.
 
Para dublar profissionalmente, a pessoa deve ter uma vocação artística, tendo em vista que ela será a responsável por dar voz às personagens, envolvendo diversas técnicas de atuação, para que seja possível transmitir os sentimentos e as emoções por meio dessa linguagem. 
 
Por isso, para entrar no mundo da dublagem, é necessária uma formação em Artes Cênicas e registro de ator/atriz (DRT) para exercer a função. Após isso, você ainda pode recorrer a cursos de especialização para manter-se atualizado na área.
 
Os cursos de pós em dublagem geralmente tratam de temáticas como: 
• técnicas de dublagem;
• técnicas de sincronismo labial;
• domínio da voz e dicção;
• tradução para dublagem, e entre outros. 
 
E quanto ganha um dublador no Brasil? O ator de dublagem não tem salário fixo mensal; ele ganha por hora de dublagem. Em São Paulo, a hora-dublagem custa R$ 125,83, de acordo com a convenção coletiva dos profissionais em dublagem.  
 

Tradução e dublagem: duas áreas complementares

Tradução Audiovisual (TAV) é a área que compreende o processo de tradução de materiais em áudio, vídeo ou audiovisuais, para que sejam distribuídos em mercados distintos da língua-mãe em que o material foi produzido. Mas não é só isso!
 
Os tradutores audiovisuais de inglês, por exemplo, também atuam com legendagem de vídeos e closed-caption, tradução para dublagem e voice-over, audiodescrição, criação de audioguias, tradução e localização de videogames etc.  
 
Os profissionais com especialização, ou seja, aqueles que fizeram cursos de pós em Tradução, também participam do processo de inclusão das pessoas que apresentam algum grau de deficiência auditiva, por meio da LSE (Legendagem para Surdos e Ensurdecidos), também conhecido como closed-caption, facilitando o acesso a produções de audiovisual originalmente de língua inglesa. 
 
Podemos observar que a dublagem é a tradução adaptada de diálogos e/ou canções. 
 
Por isso, a abordagem da tradução para a dublagem é bem diferente da abordagem para a legendagem, tendo um foco na adaptação dos diálogos, de modo que os movimentos labiais do ator, ou, ainda, a sincronização labial seja levada em consideração.
 
Ao final da tradução, ela se parecerá muito com um roteiro de cinema, porém, muito mais detalhada, tendo em vista que o tradutor deve colocar o máximo de indicações possíveis para o ator responsável pela dublagem.
 
A pós-graduação em Tradução Audiovisual para Inglês, no formato ensino a distância (EAD), possibilita ao dublador um conhecimento do processo inteiro que envolve a tradução para a dublagem na língua inglesa, o que compreende parte fundamental do seu trabalho. 

0800 378 2246

Outros Links



Copyright © Pós Graduação Estácio 2020